10.1.10

Nas Antas isto dá expulsão (se se for adversário do Demo)


Como se vê, a tradição ainda é o que era.

8 comentários:

Ricardo disse...

Mas qual tradição, pá? Já estávamos a ganhar 3-2 quando esse lance aconteceu. Achas que foi decisivo? E o Elmano ainda assinalou um penalty contra nós em tempo de descontos. Estás a imaginar um árbitro a fazer o mesmo na Luz? Nem que o David Luiz agarrasse na bola dentro da area e desatasse a correr com ela na mão. E o Luisão aos pontapés num adversário caído no chão e lavar apenas amarelo? Também é tradição? E depois ainda vêm com a conversa do "Ah, mas foi na Taça da Liga... Não conta". Tenham juízo, vá . Vocês sabem que valem mais do que essas cassetes do "Sistema isto e aquilo" yada, yada, yada. Ainda há menos de um ano andavam a perder com Metalists e a levar goleadas do Olympiakos, e agora já andam para aí a cagar de alto sem terem ainda ganho coisa nenhuma.

Cosme disse...

Epá, eu não cago de alto porque é mais difícil de fazer pontaria.

E concedo que marcar um penalty nas Antas, contra o Demo, por mais justo que seja, é coisa quase inaudita. Reconheço que às vezes sobrestimo o poder da tradição.

Claro que há reflexos que os árbitros ainda não conseguem controlar, tipo o lance neste post referido e o penalty do ano passado contra o Benfica, que inclinou o campeonato definitivamente; pelos três pontos em si, e pelas suas consequências anímicas (para o Demo e para o Benfica). Também por isso a Taça da Liga vos deu jeito. É uma bonita peneira.

Ricardo disse...

Grande clube o vosso, que se deixa ir abaixo por um penalty mal assinalado, num jogo em que até ficou outro por assinalar (o Lucho devia ter feito como o Poborsky, há uns anos na luz, que com o nosso guarda-redes a mais de um metro decidiu atirar-se atirou para o chão a ver se sacava qualquer coisinha. Penalty!!! Anos mais tarde o árbitro - Jorge Coroado - viria a confessar ter sido o erro mais escandaloso da sua carreira).

A tradição é tramada, sim. Tu tens cada uma...

Cosme disse...

Compreendo o Coroado, errar ao marcar um penalty inexistente a favor do Benfica, contra o Demo, é o erro mais escandaloso da carreira de qualquer árbitro português.

Tou com o Belém. Escandaloso!

Ricardo disse...

Pareces o grande Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa com essa tua fina ironia, ó Cosme.

Cosme disse...

Bolas, estávamos a conversar tão bem; não havia necessidade...

M. disse...

Claro, quando está 3-2, e por acaso o adversário até podia ter marcado o 3-3 no fim, "o jogo já estava decidido". Com o clube irmão - verde e branco, riscas horizontais - a não expulsão do Raúl Meireles na primeira parte também nada influenciaria, certo? E o golo à AAC, também não conta. Já estava 2-1.Ficou 3-1, portanto não conta nada (nem o facto do resultado final ter sido 3-2). E o golo mal anulado ao Paços de Ferreira, logo na primeira jornada, no último minuto? Primeira jornada, os árbitros ainda a frio, quem os pode censurar?
O problema é que há quem caia na sobranceria e naquela voz profunda e convicta do Jesualdo. "Uma mentira dita muitas vezes...". Sei lá, como exemplo, o Pedroto. O Pedroto era um tacanho racista. Um daqueles bairristas empedernidos, com vistas do mundo muito curtas. Imaginou que alguém em Lisboa fala mal "do Norte" e achava que tratar Mário Wilson como um escravo colonial era normal.
O mesmo Wilson que, nem sendo um génio táctico, lhe foi espetar 1-4 ao Bessa quando o Boavista de Pedroto seguia taco a taco com o Glorioso. Meteu o Nelinho (um extremo direito) o jogo todo atrás do João Alves. Bastou para o Zé ficar a apanhar Bonés.
São estas as histórias que os jornalistas se esquecem de contar - o penalty da final da Taça da Liga tudo justifica, tudo explica - e que têm de ser repetidas (não há povo que resista sem memória).
Quando o Papa é um tipo que vai às putas, mas que quando a puta se porta mal acha que ela é uma gaja em quem não se pode confiar, mal vai a religião do futebol português.
Eu, que sou ateu, aguardo calmamente a queda do clube que até para ganhar torneios de Verão corrompe (no fundo, a pré-época é a preparação da época, não é verdade?).

jose disse...

A parada agora subiu no arrabalde de contumil

Cara e peito = Expulsao
Golo com a mao = Empate

Venha depressa o Apito Encarnado. Na falta de melhor, aparentemente ja descobriram petroleo em contumil.
Parece que o unico gajo que teve problemas no tunel da Luz quando lutava contra sombras, quando do Benfica 6-1 Nacional se vai juntar a sua religiao desde pequenino.